terça-feira, setembro 25, 2007

Após uma semana de aulas, posso concluir que estou muito orgulhosa de mim! Orgulhosa por nunca desistir de lutar pelos meus ideais, orgulhosa por ter tido a coragem de enfrentar todos os obstáculos em prol da minha felicidade, orgulhosa por ter saído de uma decadência e auto-destruição, orgulhosa por ter voltado a ter esperança e orulhosa por ter voltado a sorrir. Posso afirmar que desta vez acertei. Desta vez fiz a opção correcta. Mesmo que isto corra mal (que não vai correr), já valeu a pena por todos os dias de infelicidade e de contrariedade que não vou ter.
Gosto de ir para a escola, gosto do meu emprego, gosto dos meus colegas. Gosto de acordar todos os dias, gosto de sentir que estou viva, gosto de olhar o mundo e saber que pertenço a este maravilhoso milagre. Gosto de poder escolher, gosto de poder pensar livremente, gosto de andar, de falar...Gosto de viver porque a vida vale sempre a pena e quando uma coisa está mal muda-se...Pelo menos temos de ter a coragem de lutar para mudar o que não está certo.
ok, mais pensamentos da menina Anabela...Se me dissessem estas coisas há um ano atrás eu mandava-os para um sitio muito feio.
mudando de assunto e falando do meu dia-a-dia...Este ano estou a adorar Economia. No ano passado aquilo era um tédio, mas este ano a coisa é acessivel. Isto por causa do professor. Não pela matéria com certeza pois no ano passado os assuntos eram, em geral ao nivel da microeconomia e esta ano ao nivel da macro. Não é segredo nenhum que eu curto muito mais a micro...Sinto que perdi muito no ano passado (que novidade!fosse só economia.).
Estão-me a obrigar a fazer história por estar numa turma de outro curso mas como vou ter matemática, aquilo não me vai servir para nada. Não há crise! Querem que eu faça história eu faço. Eu curto muito essa matéria. No problem.Agora tenho é de trabalhar bastante...Mas eu tenho essa força.
Conheci um rapaz que é da minha nova turma que é um doido. Só diz asneiras e depois fica chateado por eu não o levar a sério. Também, queria o quê? Ele deve-me ter curtido ou então está a gozar comigo. Começou logo a dar-me confiança e manda-me montes de mensagens. Ainda estou para perceber porquê...
Gosto muito de estar perto daqueles de quem eu gosto e de quem gosta de mim. Gosto de ter algumas das minhas amigas na turma mas torna-se complicado como o exemplo da Cátia, Paula e Motinha...Eu adoro-as e adoro estar com elas, são minhas amigas mas há um problema...Também são amigas do Élio. E falam muito nele. Todos os dias tocam no assunto. ´
Todos os dias alguém me fala nele. No domindo foi a minha mãe, ontem o antónio...Eles não fazem por mal mas custa-me. Ponho-me logo a pensar no porquê. Eu era muito chegada a ele. Ele era tudo para mim. Eu enfrentei tudo e todos por causa dele sem olhar às consequências. Dei demais de mim...Eu sinto tanta falta do tempo em que nós namoravamos. Eu pensei que ele gostava de mim, mas enganei-me...Enganei-me muito.
Custa-me ouvi-las lembrar esse tempo. Eu também queria que o tempo voltasse atrás. Há um vazio em mim que não consigo preencher de maneira nenhuma. Cada lembrança, cada lágrima derramada, cada porquê, cada revolta. Isto será por ser mulher? Por ser do signo peixes o que explica a minha alta sensibilidade? se calhar sou um ser àparte e isto não é normal.
Afinal qual é o meu valor?
Olho-me ao espelho e sinto-me impotente. Queria mudar aquilo que sou, talvez para ter mais valor. Mas não sou capaz pois vai contra a minha natureza.

1 comentário:

neia disse...

Fico feliz por estar tudo a correr bem contigo! Continua assim!