sexta-feira, junho 08, 2007

Perdida! Tunel sem fundo!

Isto está cada vez pior. Parece que me embruxaram.
Estou muito doente desde terça feira. Tive até de faltar às aulas. Mas como sou muito responsavel, fui aos testes. Neste momento estou com uma dor de garganta terrível.
Como se não bastasse, o teste de Geografia correu-me mesmo muito mal Logo no ultimo teste vou baixar. Querem-me tramar a vida.
O rapazito de quem estou farta de falar (pois estão a ver? o rapaz que mais problemas me causou... já estão a ver o filme com certeza, senão leiam os outros posts) está uma doçura. Diz que gosta muito de mim, está sempre a elogiar-me e a (tentar) fazer-me sentir bem. Ele quer mesmo que tudo recomece. Quer uma nova história de amor. Preciso de ajuda! Ele está mesmo um querido. No entanto ningém quer que eu me dê outra vez com ele. Está toda agente contra. Ninguém me apoia a não ser a minha melhor amiga. Sou condenada por vê-lo. Eu não sei o que fazer. Na verdade, ele deixou-me quando mais precisei...Mas agora que tambem preciso de apoio, ninguem pergunta se estou bem ou mal a não ser ele. Ele neste momento preocupa-se comigo e isso, confesso que me toca.
Estou me a sentir bastante sozinha. Não posso confiar em ninguem a não ser na minha melhor amiga. Mas ela vai para o estrangeiro... Tudo me acontece... Não tenho ninguém que me ouça, ninguém com quem passar bons momentos, com quem sair. Afastou-se tudo de mim. Tenho de aprender que só posso contar comigo própria. Mas é horrivel não sentir os nossos amigos perto de nós...
Não posso contar com os meus amigos, nem com a minha familia, nem com ninguém. Depois tenho de vir descarregar aqui. Eu precisava de muitos conselhos para não fazer mais disparates. Estou perdida! Não vejo a hora disto mudar.
Sozinha e condicionada pelos outros. Sinceramente apetece-me mandar todos à fava e viver a vida à minha maneira. Que se lixe o que os outros pensam. Dizem para não fazer algo mas não me querem ajudar... Então que não se metam. NÃO SE METAM!!!
Se tenho de enfrentar as coisas sozinha, não me critiquem, não me apontem, não me condenem. Ponham-se no meu lugar e vivam a vida de uma maneira melhor. Não sentem na pele o que eu sinto, o que eu passo. Se não me compreendem então nem se metam...

1 comentário:

neia disse...

2 coisas:
- ele pode ter vist que errou, e quer mudar.... Lembra-te que se (ele) pode mudar o futuro, mas nunca o passsado!
-Podes contar comigo!